Search
Close this search box.

Jovem de 14 anos cria sabonete para câncer de pele e é eleito cientista do ano Leia mais em: https://forbes.com.br/forbes-tech/2023/12/jovem-de-14-a-nos-cria-sabonete-para-cancer-de-pele-e-e-eleito-cientista-do-ano/

“Programador autodidata. Apaixonado por medicina, programação e causar impacto”, este é um trecho da descrição de Heman Bekele em seu perfil no LinkedIn. O jovem de 14 anos, que nasceu na Etiópia e foi para os Estados Unidos com a família na infância, conta que sua vida mudou graças à ciência. “Desde que eu me recordo, sempre fui apaixonado por ciência. Estava sempre fazendo pequenos experimentos ou assistindo vários vídeos sobre o tema.”

Heman foi eleito “Jovem Cientista de 2023” pelo prêmio anual da 3M em parceria com a Discovery Education. Ele enviou um vídeo com sua proposta de um sabonete para tratar o câncer de pele e recebeu, em junho, a mensagem de aprovação, que dá ao estudante selecionado um mentor para o projeto.
Leia também:

Deborah Isabelle, especialista em engenharia de produtos da 3M, foi a escolhida para ajudar Heman Bekele com o sabonete. “Ter o apoio da minha mentora foi essencial. Ela tinha tantas conexões, sempre me apresentava bioquímicos que poderiam ajudar. E, enquanto eu cuidava do desenvolvimento, testes e colocava o projeto em prática, ela era responsável pela lista de materiais, me explicava a função de cada um e ficava na retaguarda para me auxiliar com o que eu precisasse”, conta Heman.
Inspiração

A inspiração para o aluno do primeiro ano do ensino médio norte-americano foi sua própria experiência de vida. “Quando morava na Etiópia, eu lembro que via os trabalhadores o dia todo no sol quente. Na época, aos 4 anos, não entendia o que aquilo significava. Mas quando pensei em desenvolver um projeto de impacto, essas cenas vieram à tona e eu pensei que poderia melhorar a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo.”

O “Sabonete para Tratamento de Câncer de Pele (STCP)” funciona utilizando um composto que ajuda células dendríticas, que são mortas pelas células cancerosas, a se defenderem do câncer. Quando apresentou o projeto para um painel de juízes na final da premiação, realizada em Minnesota, Heman disse que o sabonete é um “símbolo de esperança, acessibilidade e de um mundo onde o tratamento do câncer de pele está ao alcance de todos”.

Leia mais em: https://forbes.com.br/forbes-tech/2023/12/jovem-de-14-a-nos-cria-sabonete-para-cancer-de-pele-e-e-eleito-cientista-do-ano/

 

 

 

 

Compartilhar publicação

Facebook
Twitter
Email
LinkedIn
WhatsApp

Deixe seu comentário

Compartilhar

Sobre a SSCDT

Nosso grupo de pesquisa está situado em Farmanguinhos e atualmente é o maior laboratório farmacêutico oficial vinculado ao Ministério da Saúde. Farmanguinhos produz mais de um bilhão de medicamentos por ano para os programas estratégicos do Governo Federal, além de atender demandas emergenciais no Brasil e no exterior.

posts Recentes